Você já ouviu falar em guarda-roupa coletivo? - Desfilei!

18 de novembro de 2016

Você já ouviu falar em guarda-roupa coletivo?

Hoje em dia é muito comum nos depararmos com o termo economia compartilhada, vocês já perceberam? É algo que meio que se tornou recorrente na nossa vida, mesmo que você não perceba. Ou você nunca ouviu falar em Airbnb? Ou até mesmo Spotify, Uber, Netflix? Pois é, a economia compartilha está mais presente do que você imagina. E agora, ela chegou no mundo das moda, mores.

Já pensou em ter um guarda-roupa coletivo? Se você nem imagina como possa funcionar isso, deixa que eu explico direitinho aqui: pense numa biblioteca de roupas onde você assina uma mensalidade (assim como nos exemplos lá de cima) e tem direito a consumir um determinado número de peças por mês. E assim que terminar de usar, você devolve. Simples assim.


Pois saiba que os chamados guarda-roupas compartilhados ou bibliotecas de roupas estão cada vez mais comuns. A primeira apareceu lá na Europa e se chama The Fashion Library, que surgiu na ideia de diminuir o consumo desenfreado e evitar o descarte gigantesco de roupas. Assim, as pessoas poderiam fazer uma assinatura mensal, consumir uma quantidade de peças por mês e devolve-las em seguida. Uma alternativa mega sustentável e maravylhosy para a moda, vamo combinar, né? 

E engana-se quem pensa que a ideia não chegou ao Brasil. A Lucid Bag é um dos exemplos brasileiros de biblioteca fashion que podemos chamar de nossa. A ideia segue a vibe: um guarda roupa compartilhado onde, além de alugar as peças, você também pode colocar as suas para aluguel, se tornando assim um gigante guarda-roupa coletivo. Apenas amamos!

Esse tipo de iniciativa é extremamente necessário e cada vez mais recorrente nas modas hoje em dia, e claro: somos super gratos por cada ideia inovadora que tem surgido assim como essa. 

Mas e vocês, o que acham da ideia do guarda-roupa compartilhado?

Um comentário: